terça-feira, 6 de março de 2012

Começam hoje inscrições para universitários interessados em atuar no Escola da Família

Novos educadores universitários passarão por capacitações do projeto “E.U. faço a diferença!”
Nesta sexta-feira (2), começa o período de inscrições do projeto Bolsa Universidade. Os estudantes das instituições de ensino superior parceiras da Secretaria de Educação, que tiverem interesse em atuar aos finais de semana no programa Escola da Família, poderão se inscrever, até o dia 13 de março,na página do programa. Estão abertas no momento 8.093 vagas para bolsistas.
Os universitários que participam do projeto recebem uma bolsa integral, custeada pela Secretaria e pela instituição de ensino, desde que o valor da mensalidade seja de até R$ 310. Para aqueles que ingressarem nesta chamada, o início das atividades está previsto para 7 de abril. Antes disso, porém, o candidato deve ficar atento aos prazos de entrega de documentos. Veja o cronograma.
Os novos educadores já chegam, neste ano, amparados por uma importante novidade. Todos os 22 mil universitários, cerca de 14 mil que já atuam no programa e os oito mil que começam em 2012, farão parte do projeto “E.U. faço a diferença!”. A iniciativa irá capacitar todos os colaboradores em oficinas de contação de história, artesanato e brincadeiras infantis, além de outras. Cada região definirá quais serão as atividades para as quais seus educadores serão treinados.
A grande diferença do projeto em relação à capacitação que já era oferecida pelas Diretorias de Ensino, é que todos os educadores serão capacitados, e não apenas um educador por escola, como era feito até então. “Esse projeto irá gerar novas oportunidades dentro do programa Escola da Família e irá capacitar os jovens para novas atividades”, comenta Paulo Mathias, coordenador de capacitações do programa Escola da Família.
Mathias ainda ressalta que a novidade trará benefícios para os frequentadores do Escola da Família. “As atividades que já existem serão melhoradas, teremos novos instrumentos para integrar crianças e toda comunidade”, explica. As capacitações serão realizadas a partir do dia 24 de março, em encontros nas Diretorias de Ensino e nas próprias universidades.
Agentes de mudança
A ideia do “E.U. faço a diferença”, no entanto, vai além das capacitações. O projeto pretende tornar os jovens mais participativos, motivando os educadores a desempenhar um trabalho de qualidade e a buscar sempre a aproximação entre a comunidade e a escola. “O universitário, muitas vezes, não se dá conta de que ele é um agente de transformação, pois está atuando junto com a comunidade”, afirma Mathias. “Queremos mostrar para esse jovem a importância dele dentro do programa”, conclui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trabalho Profa Cleonice - Vícios na adolescência

Ocorreu um erro neste gadget

Publicidade2

Um dia você aprende - William Shakespeare

O Caderno